segunda-feira, 18 de maio de 2015

Love Birds..Vi muitas fotos de casamentos baseadas em passarinhos e gaiolas... Atualmente esta decoração tem um nome: Decoração Love birds. Os casamentos “Love Birds” usam e abusam das ilustrações de passarinhos e gaiolas na papelaria e nos convites de casamento. Esta é a primeira aplicação do tema na festa. O que anuncia o que está por vir … Depois disso, a decoração costuma compor muitos elementos de patchwork como forminhas de doces estampadas, fuxicos e tulipas de tecido, além é claro dos clássicos pombinhos ou passarinhos no topo do bolo. Para dar um ar de casamento aconchegante e “fofinho” muitos casais optam por arranjos menores e mais simples, como vasinhos de vidro com poucas flores , gaiolas enfeitadas para preencher melhor o espaço e móveis de madeira maciça para deixa um ar mais rústico. A ideia é que tudo funcione quase como um casamento em cidade de interior, onde existe a contribuição da mãe nos docinhos, das primas nos bem casados, e das madrinhas nas lembrancinhas… Esse tipo de decoração já conquistou o coração das noivas, por se tratar de um tema bem romântico e delicado. Um grande ponto positivo é que esse tema pode ser aplicado em casamentos de todos os valores, ou seja, se a verba é grande, o céu é o limite, se a verba é curta, poucos elementos já reforçarão o tema como o convite e o topo de bolo, por exemplo. O lado negativo é que os convidados mais tradicionais podem não entender o significado dos passarinhos na decoração. Mesmo que isso não faça muita diferença, para o casamento temático ter resultados positivos, o ideal é que fique bem claro qual é o tema que você escolheu e o que ele tem a ver com a vida do casal. Caso você não encontre nenhuma associação do tema com a sua história, não fique triste. A grande maioria das pessoas vão associar os passarinhos com liberdade (até por isso o ideal é deixar as gaiolas abertas, na decoração da sua festa). Além disso, ela também está presente em uma passagem bíblica, caso queira um significado religioso: “O pardal encontrou casa, e a andorinha, ninho para sí, onde acolha os seus filhotes!” (Salmos 84-3).








Postar um comentário